refugiados no museu da imigação

Compassiva promove integração cultural com refugiados

Alunos refugiados atendidos pela Compassiva no curso de português visitaram o Museu da Imigração em atividade cultural.

Para os refugiados sírios que participam das aulas de português ministradas por voluntários do programa Levando Ajuda ao Refugiado (LAR), o feriado em comemoração ao aniversário da cidade da cidade de São Paulo, na última quarta-feira, foi momento de integração cultural.

Os alunos, acompanhados por professores e guias, conheceram o Museu da Imigração, local escolhido pelos próprios visitantes, em sala de aula, pois se identificaram com a proposta do lugar.

“O intuito da atividade é fazer com que conheçam melhor a cidade e as opções de entretenimento que possui. Além disso, é uma excelente oportunidade para lidarem com nossa língua e cultura e, assim, se sentirem cada vez mais parte do atual contexto em que vivem”, afirma a coordenadora pedagógica do curso de português, Patrícia Bernardes.

A ideia de sair das quatro paredes para ensinar surgiu com a própria coordenadora que, em contato com os estrangeiros em situação de refúgio, percebeu o interesse que possuem em saber mais do novo ambiente cultural no qual estão inseridos.

Para este ano, a intenção dos organizadores é que outros passeios culturais aconteçam. Claro, com locais e atividades a serem escolhidas pelos próprios alunos.

Na próxima quarta-feira, dia 01/02, as aulas de português voltam a serem ministradas às segundas, quartas e sextas-feiras, das 18h30 às 20h, na sede da Compassiva, localizada à rua da Glória, 900, São Paulo.

O curso é voltado para refugiados sírios, mas também atende outras nacionalidades árabes. A Organização da Sociedade Civil (OSC) fornece o material necessário e auxílio-transporte aos que precisam. Para se matricular, basta comparecer ao local, portando documento com foto.

Compassiva Newsletter

Subscribe to our newsletter!

WordPress Appliance - Powered by TurnKey Linux